Quando falamos que as mulheres estão tomando conta do planeta, não é apenas figura de linguagem. Apesar do ramo empresarial ainda ser dominado pelo sexo masculino, podemos claramente ver a expansão delas neste ramo desde a gerência de micro negócios até a diretoria de corporações multinacionais e muitos outros cargos.

E não é para menos, com a vantagem biológica relacionada à organização e verbalização, o empreendedorismo feminino vem crescendo rapidamente conforme a pesquisa do Global Entrepreneurship and Development Institute, uma das maiores “organizações de pesquisa relacionadas a economia, empreendedorismo, desenvolvimento e prosperidade” no mundo. Segundo seu mais recente estudo em 2015, o Female Entrepreneurship Index (Indíce de Empreendedorismo Feminino), foi constatado 9% de crescimento no número de mulheres empresárias no mundo somente este ano, sendo os principais países responsáveis por isso os Estados Unidos, a Austrália, o Reino Unido, a Dinamarca e a Holanda.

Em virtude a isto, decidimos pesquisar um pouco mais sobre algumas mulheres que estão bem posicionadas no mercado e simplesmente arrasam nos quesitos de profissionalismo:

mulheres 03
Sônia Hess de Souza

Sônia Hess de Souza assumiu a empresa construída com muito trabalho duro e sacrifícios de seus pais, que simplesmente fatura anualmente uma média de US$ 190 milhões. Tanto dinheiro só poderia vir da presidente da marca de roupas Dudalina, uma das maiores camisarias do país, que realmente aprendeu as lições de empreendedorismo com a mãe, Adelina, fundadora da empresa.

mulheres 04
Mary Barra

Trabalhando desde os 18 anos na General Motors, Mary Barra é atualmente a presidente da empresa automobilística. Em um universo onde os homens estão em predominância, a empresária não se intimida com tanta masculinidade e se orgulha em ser a primeira mulher de alta posição no local de trabalho. A GM teve um faturamento médio de US$ 3 bilhões até 2014.

mulheres 06
Luiza Helena Trajano

Luiza Helena Trajano herdou e transformou a pequena empresa dos tios em uma das maiores lojas varejistas do Brasil, a Magazine Luiza. Apesar da empresa não levar o nome em sua homenagem, mas sim por causa da tia de mesmo nome, a diretora é uma das mais poderosas empresárias do Brasil e vê aumento de 19,2% nos lucros da empresa, ou seja, R$ 39,3 milhões desde 2013.

mulheres 05
Ursula Burns

Ela sofreu muito preconceito por ser mulher, pobre e negra, e ainda sim é uma das ladies com alto faturamento monetário. Estamos falando de Ursula Burns, diretora da Xerox Corporation, uma das maiores empresas de tecnologia de informação e documentação no mundo. Com um salário de US$ 13 milhões, ela conquistou o cargo devido à sua determinação e ousadia.

mulheres 02
Heloísa Assis

Quem imaginaria que um curso de cabelereira e muita ambição para tratar de seu próprio cabelo fossem uma das fórmulas para o enriquecimento? Heloísa Assis, também conhecida como Zica, também não imaginou e hoje é dona da rede de salões de beleza e instituto de pesquisa Beleza Natural. A rede produz mais de 270 toneladas da fórmula mágica de cremes para mais de 90 mil clientes mensais.

mulheres 01
Meg Whitman

Com um currículo de peso, Meg Whitman assumiu o cargo de CEO da HP e causou revolução, especialmente introduzindo a questão da simplicidade de relacionamento na empresa. Ela também já passou em várias outras empresas de alto calibre, como P&G, eBay, The Walt Disney Company, Hasbro e outras, além de dar conta de gerenciar mais de 320 mil funcionários.

Apesar de tudo o que foi exposto acima, o Brasil ainda vive a realidade em o salário feminino é 30% menor do que o masculino, dado encontrado pela pesquisa do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). O aprendizado maior que fica para os futuros empresários e quaisquer outros profissionais é o reconhecimento e valorização da mulher em todas as áreas de atuação, por mais estereotipada e preconceituosa que seja, com salário e condições dignos de trabalho. Afinal, como pudermos ver, elas são capazes de fazer muito!!!

Anúncios